Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
AcessibilidadeVer em LibrasCursor grandePausar animações
Fundada em 1988, a ATA no Brasil começou de maneira não muito intencional. Não foi a chegada de uma empresa ou organização, mas o surgimento de professores apaixonados pelo taekwondo Songahm que aprenderam com ser e fazer da ATA, que já despontava como líder no ensino de artes marciais, não pelos números, mas por sua organização e metodologia definida. 
 
No Brasil, começou em Foz do Iguaçu e desceu para o Rio Grande do Sul. Na cidade de Santa Maria também fez uma de suas sedes de gerenciamento. Mas foi de uma cidadezinha ali perto que surgiram duas personagens importantes desta história. Na mesma terra em que nasceu o escritor Érico Veríssimo, nasceram Ricardo Plentz e Ademar Andrade. Pessoas que, apesar de terem nascido na mesma cidade, percorreram caminhos distintos ao longo de mais de trinta anos. E assim conseguiram construir instintivamente uma ATA pujante, funcional e sólida.
Hoje, a ATA Martial Arts do Brasil é cuidada pelos Senior Masters Ademar Andrade e Ricardo Plentz. Muito do que a organização é, passa pelo talento e experiência dos dois.
 
Visão:
ser referência na qualidade do ensino nas Artes Marciais no Brasil por meio do desenvolvimento do Taekwondo Songahm, com excelência na prestação de serviços para todos os praticantes e professores, e que todo professor possa ter uma carreira próspera e segura.
 
Valores:
Proporcionar um sistema organizado e motivacional no ensino das Artes Marciais, onde o professor possa estar em constante evolução, e consiga de uma maneira simples e direta levar todos os benefícios físicos e mentais à todos os praticantes.